Recentemente, encomendamos um estudo global com mais de 700 empresas de diversos setores para saber como as organizações têm abordado a segurança da Internet das Coisas (IoT). Houve uma variação considerável quanto ao desempenho das empresas na atuação nesse tema. Para entender melhor o que está impulsionando o sucesso de parte das organizações, a DigiCert dividiu os resultados da pesquisa em camadas para comparar as empresas que vêm registrando bom desempenho com as que vêm obtendo dificuldades com a segurança.

Os resultados devem ser um alerta para toda a empresa que procura minimizar os riscos e maximizar o valor da tecnologia conectada.

À primeira vista:

  • Segurança (82%) e privacidade (78%) são as principais preocupações para as empresas que estão implementando a IoT.
  • Dentre as empresas que enfrentam maiores dificuldades na segurança da IoT, 25% relataram prejuízos de, pelo menos, US$ 34 milhões nos últimos dois anos.
  • 100% das empresas menos preparadas passaram por, pelo menos, um incidente de segurança.
  • Medidas básicas como criptografia de dados e autenticação de dispositivo não são tão difundidas quanto se pensava.
  • Todas as empresas da camada superior com melhor desempenho na segurança da IoT apresentaram cinco comportamentos principais em comum.
  • Saiba mais e obtenha dicas sobre o que a sua organização pode fazer para se alinhar com as empresas da camada superior.